Vídeos das minhas aves

Loading...

Actualizações

-Página "Aves disponíveis" actualizada - 22/08/2014
Babetes e mandarins para venda!

quinta-feira, 6 de Outubro de 2011

Dominó (Lonchura punctulata)

Dominó
Lonchura punctulata


Medida das anilhas

 2,5 mm

Comprimento

 11-12 cm

Distribuição

 Naturalmente ocorre na Ásia tropical, incluindo o subcontinente indiano, sudeste asiático, Filipinas e Indonésia. Foi introduzido em diferentes locais como Portugal, Estados Unidos da América (Califórnia, Hawai e Florida), Porto Rico, Hispaniola, Japão e Austrália. Existem cerca de 12 subespécies diferentes sendo a que se encontra presente em Portugal a nominal (Lonchura punctulata punctulata).

Algumas das subespécies e a sua distribuição

Dimorfismo sexual

 Os Dominós. tal como a maioria das Lonchuras, não apresenta dimorfismo sexual. A maneira mais usada para sexar estas aves é pelo canto, característica única do macho.
Nas aves selvagens o canto tem um timbre muito baixo mas nas aves criadas em cativeiro costuma ser mais audível.

Caracteristicas sociais

 São aves pacificas que normalmente não levantam problemas com outras espécies. Caso esteja um número elevado de Dominós numa gaiola/viveiro, estes irão depenar-se uns aos outros, principalmente na zona da cauda, assim sendo convem ter um numero de aves adequado para as dimensões do viveiro em causa pois limita os danos causados na plumagem das aves.

Alimentação

Mistura para exóticos, muitas sementes verdes, verduras, papa, germinado e espigas de painço.
Durante a reprodução as sementes verdes e espigas são muito importantes.

Criação

Não são das aves mais fáceis de criar em gaiola, mas com tempo e dedicação consegue-se reproduzi-las.
Se possível, é melhor adquirir aves criadas em cativeiro pois a sua reprodução é mais fácil do que com aves selvagens, principalmente no que toca às fêmeas.
Em viveiros exteriores com vegetação criam melhor, mesmo em colónia.
Os ninhos usados são os em forma de caixa, que forram com vários materiais como fibra de cocô, ervas, sisal, penas, etc. Os ninhos que fazem são os típicos ninhos de Lonchura, em forma de bola e bastante grandes, pelo que a caixa utilizada deva ser grande.
O período de incubação é de cerca de 14 dias.
Preferem criar nos meses com maior humidade.

Artigo da minha autoria 

Sem comentários:

Enviar um comentário